barros.carla@uol.com.br

Link para Lattes: http://lattes.cnpq.br/2826493667924064

Mídia, Cultura e Produção de Sentido;

NEMACS – Núcleo de Estudos em Comunicação de Massa e Consumo

http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9327111871030687

 

CV resumido

Fez graduação em Ciências Sociais com concentração em Antropologia Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), especialização em Antropologia Social no Museu Nacional (UFRJ), extensão universitária em Antropologia na University College London (UCL), doutorado em Administração no Instituto COPPEAD (UFRJ) e pós-doutorado na University College London.

Interesses de orientação

1 – Estudos de comunicação e antropologia do consumo sobre processos de subjetivação e sociabilidade.
2 – Análises de consumo, mobilidade e diferença social na “nova classe média” brasileira e em segmentos sociais emergentes nos BRICS.
3 – Estudos de cultura material, incluindo ambientes digitais.
4 – Análises etnográficas de produção, circulação e recepção de conteúdos midiáticos.
5 – Estudos de práticas comunicacionais e de consumo em grupos de baixa renda.

Projeto de pesquisa

“Mobilidade social, consumo e comunicação em países com viés hierarquizante”
O projeto consiste em um desdobramento da pesquisa de pós-doutoramento realizada nos anos de 2017 e 2018 na University College London (UCL), com apoio da Bolsa de Estágio Sênior da CAPES.  O objetivo geral deste estudo é o de compreender de que modo mudanças atreladas à diminuição das desigualdades sócio-econômicas em países com viés hierarquizante como Brasil e Índia podem ser relacionadas a transformações de práticas midiáticas e de consumo  junto a grupos “emergentes” das camadas pobres. Através de pesquisa de cunho etnográfico, pretende-se analisar de que modo construções identitárias vão se reconfigurando nesse contexto de mobilidade social em que a atenção também se desloca para aspectos como afiliação religiosa e usos de mídias digitais.

Publicacões

Da produção ao consumo: diversidade cultural nos usos coletivos de tecnologia entre grupos populares.
Revista Comunicação, Mídia e Consumo, v.12, n. 35, set-dez 2015, p. 129-148.
http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc/article/view/1052/504

“Materialismo digital”, consumo e contemplação na rede social Pinterest.  
Revista Eco Pós (online)- v.18.n.1, 2015, p. 120-132.
Cultura e experiência midiática.
Everardo Rocha, Claudia Pereira e Carla Barros (orgs), Rio de Janeiro: PUC-Rio e Mauad, 2014.
Representations of poverty and digital inclusion: Clashes over alterity in the field of technology and the virtual universe. 
Journal of Latin American Communication Research (JLACR), Vol 2, No 1, 2012, p. 92-114.
Juvenile sociability, cultural classifications and tastes : A study on the universe of games and social networks in lower class lan houses. 
International Review of Social Research (IRSR), v. 2, issue1, February 2012, p. 91-103.  
Entre mundos distintos: notas sobre comunicación y consumo en un grupo social.
In: BACCEGA, Maria Aparecida (Org.). Comunicación y culturas del consumo. Salamanca: Comunicación Social, 2012, p. 214-230. Com Everardo Rocha.
Tecnologias digitais, sociabilidade e “território”: um estudo entre jovens pertencentes às camadas populares no Brasil.
AVATARES de la Comunicación y la Cultura, nº4, diciembre de 2012, p.1-17.
Representações do serviço doméstico na ficção televisiva: notas sobre consumo e diferença social. 
Revista Animus, v.11, n.22, 2012, p. 65-83.
“Cariocas não gostam de dias nublados”: Comunicação, consumo e lifestyle no discurso da Farm. 
Revista Famecos, v. 19, n. 3, setembro/dezembro 2012, p. 839-854. Com Claudia Pereira.
Televisão e significados na recepção: notas sobre uma etnografia com empregadas domésticas.
In: JACKS, Nilda; SOUZA, Maria Carmem Jacob (Orgs.). Mídia e recepção: televisão, cinema e publicidade. Salvador: EDUFBA, 2006, p. 176-191.

 

Orientações em andamento

Adonay Ferreira Guerra. Mestrado. “O fenômeno das churchs: comunicação, consumo e elitismo no evangelicalismo carioca” (2020)

Aline Vieira da Silva. Mestrado. “Signos e construção de identidade através dos discursos de brasilidade das marcas de moda”. (2021)

Aline Mendes da Silva. Mestrado. “A difusão internacional da cultura pop japonesa por meio dos produtos audiovisuais e sua influência nas percepções sobre o país no século XXI”. (2022)

Ana Clara Dias Gualda Pereira. Mestrado. “Interseções entre ficção seriada e turismo: o consumo da experiência a partir dos universos das séries”. (2021)

Ana Clara Moreira e Vieira. Doutorado. “Mais mulheres loucas: a inclusão de mulheres na produção publicitária a partir de iniciativas de profissionais”. (2022)

Fernanda Cristina Cardoso Guedes. Doutorado: “#MuseuNacionalVive: memória, consumo e afetos mediados por um desastre patrimonial” (2020)

Nayara Amaral Araújo. Mestrado. “O sujeito indígena no ambiente virtual: um estudo da construção identitária indígena no Facebook” (2019)

Tadeu Carvão Ribeiro. Doutorado: “Essa marca me representa?”: uma análise do discurso publicitário e recepção de marcas ativistas na comunidade LGBTQA+’”. (2018)

Skip to content