fernandoaresende1501@gmail.com

Link para Lattes: http://lattes.cnpq.br/5520975095445897

Mídia, Cultura e Produção de Sentido;

LAN – Laboratório de Experimentação e Pesquisa de Narrativas da Mídia

http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3389231323284524

CV resumido (português)

Doutor em Ciências da Comunicação (USP), Mestre em Estudos Literários (UFMG) e graduado em Comunicação Social – Jornalismo (PUC-MG). Pós-doutorado na School of Oriental and African Studies (SOAS – University of London). Pesquisador PQ/CNPq.

 

CV resumido (inglês)

Ph.D. in Communication (USP), M.A. in Literary Studies (UFMG), and Bachelor in Journalism (PUCMinas). Post doctoral research done at School of Oriental and African Studies (SOAS – University of London. Research supported by PQ/CNPq.

 

Interesses de orientação (português)

Estudos da Comunicação e do Jornalismo, narrativas de conflito e movimentos diaspóricos, Estudos comparativos do jornalismo, documentários e literatura. Atua principalmente nos seguintes temas: jornalismo, discurso, narrativas, cultura, comunicação, alteridade, conflito, Sul Global e Oriente Médio.

 

Interesses de orientacão (inglês)

Primarily interested in the study of narratives of conflicts and diasporic movements, dealing with issues related to both physical and symbolic zones. By comparing literary, documentary and media discourses (journalism), the comprehension of narrative as a space of knowledge production and building identities and the dynamics of the representation of differences.

 

Projeto de pesquisa (português)

O Levante dos Malês e seus desdobramentos midiáticos: um estudo sobre narração e conflito no Sul Global 

Este projeto abarca dois conjuntos de problemas: i) de natureza antropológico-cultural, que busca pensar o território e sua configuração a partir das relações e das dinâmicas de poder; e ii) de natureza comunicacional/relacional, que visa problematizar o jornalismo pelo viés da linguagem, considerando- o parte de uma dimensão discursiva ampliada; uma das instâncias possíveis de enunciação das histórias do presente em um mundo marcado pelo avanço tecnológico. O primeiro conjunto visa traçar um percurso entre as cidades do Rio de Janeiro e Salvador, no Brasil, e Lagos, na Nigéria, tendo como ‘conflito matriz” o Levante dos Malês, que aconteceu no Brasil, no início do século XIX. Atravessados pela trágica experiência do projeto escravagista no Brasil, esses três territórios, abordados a partir de uma perspectiva geopolítica e com suas práticas narrativas e midiáticas, devem contribuir para o processo de configuração de uma territorialidade narrativa. Ao considerar o Cais do Valongo (RJ) como epicentro deste processo de expansão, a pesquisa se articula em torno da ideia de território como espaço habitado que se configura a partir de distintas tecnologias, meios de produção, objetos e sujeitos, que constantemente colidem e reinventam formas distintas de existência. O segundo conjunto visa tecer uma crítica ao jornalismo, na medida em que se parte da premissa de que, enquanto instância de enunciação, ele é um problema de linguagem. Por esta via, procura-se articular a hipótese de que a reflexão sobre o jornalismo, no que diz respeito aos conflitos de natureza político-cultural, é dependente de contextos geopolíticos atravessados pelas lógicas de poder que se inscrevem nos e produzem os acontecimentos. Ao problematizar o processo de desdobramento de enquadramentos no cenário midiático contemporâneo, este projeto pensar o regime de subjetividades à luz das teorias do pós-colonialismo e do Sul Global, já que o esforço desta proposta é também pensar o papel da mídia no processo de inscrição das relações de poder que ocorrem à luz de projetos colonizadores. 

 

ABSTRACT 

This project encompasses two sets of problems: i) of an anthropological-cultural nature, which seeks to think the territory and its configuration from the relations and the dynamics of power; ii) of a communicational/relational nature, which aims to problematize journalism through language bias, considering it part of an expanded discursive dimension; one of the possible instances of enunciation of the present in a world marked by technological advances. The first set aims to trace a route between the cities of Rio de Janeiro and Salvador, Brazil, and Lagos, in Nigeria, having as a “matrix”, the conflict “Levante dos Malês”, which took place in Brazil in the early XIX Century. Crossed by the tragic experience of the slave Project in Brazil, these 3 territories, seen from a geopolitical perspective, and within their narrative and media practices, should contribute to the perspective of setting up a narrative territoriality. Considering the “Cais do Valongo” as the epicentre of this expansion process, the research revolves around the idea of territory as a inhabited space that is configured from different technologies, means of production, objects and subjects, which constantly collide with each other, reinventing distinct forms of existence. The second set aims to criticize journalism, as it starts from the premise that, as an instance of enunciation, it is a language problem. In this way, it tries to articulate the hypothesis that the reflection on journalism, with regards to conflicts of a cultural-political nature, is dependent on geopolitical contexts crossed by the logics of power that produce and are inscribed in the events By problematizing the unfolding process of framing in the contemporary media scenario, this project thinks about the regime of subjectivities in the light of the post-colonialism and the global south theories, once the effort of this proposal is also to think about the role of media/journalism in the process of inscribing the struggles and its agents in the light of the colonizing projects. 

 

Publicacões

 

RESENDE, F. “Geographies of the South: unfolding experiences and narrative territorialities”. In: AMANSHAUSER, H; BRADLEY, K. (eds.). Navigating the Planetary. Viena: Verlag für moderne Kunst, 2020. 

 

RESENDE, F. “Ciudades e imágenes del Sur Global: geografías sin hogar, cuerpos que vibran”. (Cities and images of the Global South: unhomed geographies, vibrating bodies). In: CEBEY, G.; THIES, S. (eds.) Cine y Megalópolis. (Cinema and Megalopolis). Ciudad de Mexico: UNAM, 2020. 

 

RESENDE, F. e AMARAL, D. e ROBALINHO, R. “Inventar o Sul” (Inventing the South). In: RESENDE, F.; AMARAL, D.; ROBALINHO, R. (eds.). Modos de Ser Sul: territorialidades, afetos e poder. (Modes of being South: territorialities, afects and power). Rio de Janeiro: E-books, 2020.

 

RESENDE, F. “O que nos ensina o monstro de Rosa: a narrativa como percurso, o pensamento como problema”. (What the monster of Rosa teaches us: narrative as a route, thought as a problem). In: MELO, S.; PASSOS, C.; COSTA, K.; THIES, S. (eds.). Explorando os entremeios: cultura e comunicação na literatura de João Guimarães Rosa. (Exploring the in-betweens: culture and communication in the literature of João Guimarães Rosa). São Paulo: HUCITEC, 2020. 

 

RESENDE, F. e IQANI, M. “Theorising Media in and across the Global South: Narrative as Territory, Culture as Flow”. In: RESENDE, F.; IQANI, M (eds.). Media and the Global South: narrative territorialities and cross cultural currents . New York/New Delhi: Routledge, 2019. 

 

RESENDE, F. e SIDES, K. “Truth Commissions and the reinvention of the past”. In: TADJO, V. (ed.). The culture of dissenting memory: Truth Commissions in the Global South. New York/New Delhi: Routledge, 2019. 

 

RESENDE, F. e ROBALINHO, R. e AMARAL, D. “When image is body: ways to survive the colonial machine”. Comunicação Mídia e Consumo (ESPM), São Paulo, v. 16, n. 47, September/December 2019. http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc/article/view/2107/pdf_1 

 

RESENDE, F. e THIES, S. “Entangled temporalities in the Global South”. Contracampo – Brazilian Journal of Communication (UFF), Institute of Arts and Communication, Niterói, v. 36, n. 3, p. 02-14, January 2017. https://periodicos.uff.br/contracampo/article/view/17611/Editorial

 

RESENDE, F. “Narrar no mundo: um desafio desses nossos tempos” (Narrating in the world: a challenge of our times). In: MAIA, M.; MARTINEZ, M. (eds.). Narrativas Midiáticas Contemporâneas: perspectivas metodológicas. (Contemporary Media Narratives: methodological perspectives). Santa Cruz do Sul: Catarse, 2018. 

 

RESENDE, F. e THIES, S. “Editorial”. Contracampo – Brazilian Journal of Communication (UFF), Institute of Arts and Communication, Niterói, v. 37, n. 1, May, 2018. https://periodicos.uff.br/contracampo/article/view/17632/pdf_1 

 

RESENDE, F. “Reporting Pre-1948 Palestine in Brazil: the journalistic narrative and the British Empire”. In: HARB, Z. (ed.). Reporting the Middle East: the practice of news in the 21st Century. London: IB Tauris, 2017. 

 

RESENDE, F. “Imprensa e Conflito: narrativas de uma geografia violentada” (Press and conflict: narratives of a violated geography). In: PEIXINHO, A. T.; ARAÚJO, B. (eds.). Narrativa e Media: Géneros, Figuras e Contextos. (Narratives and Media: genres, figures and contexts). Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017. 

 

RESENDE, F. e Peres, A. Nós, as testemunhas: notas sobre um jornalismo de teor testemunhal. Dispositiva – Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Faculdade de Comunicação e Artes da PUC Minas, Belo Horizonte, v. 5, p. 121-137, 2016.

 

RESENDE, F. e ROSSIGNOLI, L. O conflito Israel/Palestina como acontecimento jornalístico: análises de narrativas do jornal Folha da Manhã (1936/1946) (The Israeli/Palestinian conflict and journalistic event: Folha da Manhã – 1036-1946). Galáxia (São Paulo. Online), v. De2015, p. 86-98, 2015.

 

RESENDE, F. The Global South: conflicting narratives and the invention of geographies. IBRAAZ, London, 2014. (http://www.ibraaz.org/essays/ 111)

 

RESENDE, F. Narrativas e Conflito Afro-Muçulmano no Brasil: cultura e luta por desejos e poderes. (Narratives and Afro-Muslim Conflict in Brazil: culture and fight for desire and power). Revista MATRIZES, São Paulo, vol. 8, 2014. (http://www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/ article/view/311)

 

RESENDE, F.  e ROBALINHO, R. Eu, na fronteira dos teus olhos – sujeitos, territórios e resistência no conflito Israel/Palestina a partir de um filme de Avi Mograbi. (Avenge, but one of my two eyes – subjects, territories and resistente in the Israeli/Palestinian conflict). Revista ECO-PÓS, Rio de Janeiro, v. 17, 2014. (http://revistas.ufrj.br/index.php/eco_pos/article/view/1277)

 

RESENDE, F. Inventing Muslims as the Other in Nineteenth-century Brazil. Middle East Journal of Culture and Communication, vol. 6, London, 2013. (http://booksandjournals.brillonline.com/content/journals/10.1163/18739865-00602001;jsessionid=1iwdrp495ggf.x-brill-live-03)

 

RESENDE, F. (Est)ética da praça: rua, mídia e partilha. ((Esth)etics of the square: street, media and sharing in Tahrir) Revista Intexto, Porto Alegre, v. 1, 2013. (http://seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/41159)

 

RESENDE, F. Falar para as massas, falar com o Outro: valores e desafios do jornalismo (Talk to the mass, to talk with the Other: values and challenges in Journalism). In: França, V. & Vaz, P. (orgs.). Comunicação midiática: instituições, valores, cultura (Mediatic Communication: institutions, values, culture). Belo Horizonte, Brazil: Autêntica, 2012.

 

RESENDE, F. Para um jornalismo audiovisual de fricção: a delicadeza de não ter o que dizer. (For an audiovisual journalism of friction: the gentleness of having nothing to say). São Paulo, Brazil: Alameda, 2012.

 

RESENDE, F. “Às desordens e aos sentidos: a narrativa como problema de pesquisa”. (Towards disorders and senses: narrative as a research problem) In: Jornalismo Contemporâneo: figurações, impasses e perspectivas. SILVA , G. & KÜNSCH, D. & BERGER, C. & ALBUQUERQUE, A. (orgs.). Salvador, Brazil: EDUFBA/Compós, 2011.

 

RESENDE, F.  e PAES, A. The Arab conflicts in the media discourse: a Brazilian perspective. In: Journal of Global Media and Communication (Sage Pub., Vo.7/3/ Dec/2011)

 

Orientações em andamento

 

DOUTORADO

 

Fábio Ferreira Agra

Título: Refúgio em tempos de fronteiras e muros: cartografia de uma migração invisível 

Período: 2017 to 2021 

 

Vinícius Pedreira Barbosa da Silva 

Título: Narrativas jornalísticas e alteridade: representações do Outro no conflito israelo-palestino na Folha de S. Paulo e no The Guardian. University of Brasília (UnB

Período: 2017 to 2021

 

Verônica Maria Alves Lima

Título: Encruzilhada do jornalismo: perspectivas decoloniais e práticas insurgentes para uma transformação necessária 

Período: 2018 to 2022 

 

Lieli Karine Vieira Loures Malard Monteiro 

Título: A inscrição da cultura do estupro no jornalismo: codificações da sexualidade na cobertura de polícia, saúde, cultura e economia. 

Período: 2018 to 2022 

 

Thamyra Thâmara de Araújo 

Título: O uso das mídias sociais na produção de outros formatos de discurso e reivindicação de direitos nas favelas cariocas.  

Período: 2019 to 2023 

 

Luiz Filipe Ciribelli Borges 

Título: Comunicação, Jornalismo e Migração Internacional: a saga dos emigrantes valadarenses em busca do Sonho Americano narrado na grande mídia (1980-2020)

Período: 2020 to 2024 

 

Daniel de Moura Pinto 

Título: Horizontes de futuro e possibilidades de tempos possíveis de co-existir: uma análise narrativa sobre as temporalidades diaspóricas do Sul Global.

Período: 2020 to 2024 

 

MESTRADO

 

Jessika Cardoso de Medeiros 

Título: Quem é o estandarte negro: a construção da identidade do Estado Islâmico. 

Período: 2018 to 2020

 

Badra El Cheikh Tanure Amóra 

Título: “Entre a ficção e a realidade: a suspensão do presente palestino nos filmes de Larissa Sansour”. Período: 2019 to 2021 

 

Maiah Lunas Maciel Marques de Oliveira 

Título: Narrativas jornalísticas sobre o candomblé do Rio de Janeiro nós séculos XIX e XX. 

Período: 2020 to 2022  

 

Lucas Ferreira Linhares 

Título: Afrovisualidades Queer: amor, intimidade e afeto no cinema afrodiaspórico pela descolonização do olhar. 

Período: 2020 to 2022