Viktor Chagas é professor associado do Departamento de Estudos Culturais e Mídia e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense (PPGCOM-UFF). É bolsista de produtividade em pesquisa (PQ-2) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e bolsista Jovem Cientista do Nosso Estado da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). É membro associado do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT.DD). Foi bolsista CNPq de Pós-Doutorado Junior em Comunicação e Cultura pela UFBA. Doutor em História, Política e Bens Culturais pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas (Cpdoc-FGV), é líder do Laboratório de Pesquisa em Comunicação, Culturas Políticas e Economia da Colaboração (coLAB), e coordenador do projeto de extensão #MUSEUdeMEMES.

Interesses de orientação

Internet e culturas políticas, política online e democracia digital
Ativismo digital e novos repertórios políticos
Humor e política, sociabilidade política e entretenimento, estudos sobre memes de internet
Economia política da informação, opinião pública e desinformação online
Campanhas online, astroturfing e profissionalização da política no ambiente digital

Projeto de Pesquisa
A POLÍTICA DOS MEMES E OS MEMES DA POLÍTICA: a brincadeira e a conversa informal na internet como novas experiências de letramento político e ciberativismo
A presente investigação procura empreender pesquisa de amplo fôlego atuante na interseção dos estudos de Internet e culturas políticas, com ênfase no campo da Comunicação Política. Conferindo particular atenção ao modos de engajamento que privilegiam o envolvimento casual e a brincadeira política (Bennett, 1979), a pesquisa analisa o papel dos memes políticos e da conversação informal sobre política entre internautas, e está interessada principalmente em avaliar as transformações no debate político a partir de uma conjuntura que apresenta simultaneamente (a) a entrada de novos públicos no mercado de discursos públicos, e (b) mudanças de grande vulto na apropriação cotidiana de novas mídias sociais por camadas do público que apenas recentemente se familiarizaram com a dimensão formal da política.

Publicações Selecionadas
Chagas, V. WhatsApp and Digital Astroturfing: A Social Network Analysis of Brazilian Political Discussion Groups of Bolsonaro?s Supporters. International Journal of Communication, v. 16, p. 2431, 2022.

Chagas, V. Meu malvado favorito: os memes bolsonaristas de WhatsApp e os acontecimentos políticos no Brasil. Estudos Históricos, v. 34, p. 169-196, 2021.

Chagas, V.; Mitozo, I.; Barros, S.; Santos, J. G. B.; Azevedo, D. The `new age? of political participation? WhatsApp and call to action on the Brazilian senate?s consultations on the e-cidadania portal. Journal of Information Technologia & Politics, v. 19, p. 1-16, 2021.

Chagas, V. A cultura dos memes: aspectos sociológicos e dimensões políticas de um fenômeno do mundo digital. Salvador: EdUFBA, 2020.

Chagas, V., & Fonseca, V. Faster, higher, stronger: Sports fan activism and mediatized political play in the 2016 Rio Olympic Games. Journal of Transformative Works and Cultures, 32, 2020. https://doi.org/10.3983/twc.2020.1707

Chagas, V., Modesto, M., & Magalhães, D. O Brasil vai virar Venezuela: medo, memes e enquadramentos emocionais no WhatsApp pró-Bolsonaro. Esferas, 14, 2019. http://dx.doi.org/10.31501/esf.v0i14.10374

Chagas, V. Digerindo o indigesto: a escatologia política do Vomitaço. Galáxia, 40, 2019. https://doi.org/10.1590/1982-25542019137545

Chagas, V., Freire, F., Rios, D., & Magalhães, D. Political memes and the politics of memes: a methodological proposal for content analysis of online political memes. First Monday, 24, 2019. https://doi.org/10.5210/fm.v24i2.7264

Chagas, V. A febre dos memes de política. Revista Famecos, 25(1), 2018. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2018.1.27025


Orientações em andamento
MESTRADO

Giovanni Garcia de Souza Pastore. Mapeando e Conceituando a Guerra Híbrida no Brasil: Táticas Especiosas na Comunicação a Serviço de Fins Políticos e Econômicos. 2022.

 

DOUTORADO
Dandara Magalhães Telles Feijó de Leiros. De vice decorativo a vampiro: representações do político através das charges e memes de Michel Temer. 2020.
Gabriella da Costa. Onde está Wally? O uso de inteligência artificial por entes cívicos para promoção democrática no Brasil. 2022.
Guilherme Popolin. A construção da identidade bolsonarista a partir da lógica dos memes políticos em grupos do WhatsApp. 2020.
Letícia Sabbatini Malta Amaral Da Silva. Violência Política de Gênero: os ataques direcionados às deputadas federais e senadoras no Twitter. 2022.

Natalia Dos Santos Dias. Engajamento político em projetos de ​crowdfunding: análise sobre os financiadores dos projetos políticos. 2019.

 

PÓS-DOUTORADO
Milla Benicio Ribeiro de Almeida Câmara. IFRJ. 2019.
Skip to content